Resenha: O Ceifador - Neal Shusterman (Volume 1)



23 de junho de 2017


Oláá! tudo bem com vocês? espero que sim! hoje eu vim trazer uma nova resenha, do livro O ceifador de Neal Shusterman que é um livro com meu gênero favorito! eu recebi como cortesia da editora Seguinte (Grupo Companhia das Letras) para fazer essa resenha. 




Primeiro mandamento: matarás.

A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria... Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador - papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a arte da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais, podem colocar a própria vida em risco.









Sobre a história e o livro

A primeira coisa que me chama atenção nesse livro com certeza é a capa, sim ás vezes acabo escolhendo os livros somente pela capa, mas tenho que dizer que arte da capa totalmente minimalista me encantou, e o titulo também tenho que admitir haha eu recebi a versão física e como que acompanha as resenhas aqui sabe que é meu formato favorito, não consigo ler tão bem em pdf. As folhas do livro são de pólen (amareladas) o que me ajuda muito na leitura, por mim todos os livros teriam as páginas assim eu acabo não cansando tanto minha visão com a leitura. 


Eu li esse livro rapidamente, coisa de 3 ou 4 dias, ele tem 448 páginas, de inicio já posso dizer que a história e a narrativa são muito envolventes e cativantes, a história não para e deixa a gente cada vez mais curioso para o próximo capitulo. 

A história fala sobre um mundo de Ceifadores, que se passa no futuro, mais ou menos em  2032 onde a humanidade já não é mais a mesma, na narrativa o mundo venceu a morte ou seja as pessoas não morrem mais por causas naturais,acidentes ou suicídios, não setem dor e nem ficam doentes  (nanitos de cura instantânea no sangue) e com isso a população mundial acaba sempre crescendo em número orbitantes e para isso se precisa de Ceifadores, para coletar vidas e manter esse número equilibrado. Um parte que vale ressaltar para quem quer entender a história aqui pela resenha é que nesse mundo não existe mais políticos,presidentes ou nada do gênero o "governo" é a nimbo-cúmbulo uma especie de evolução da Nuvem online que temos hoje, não posso prolongar muito essa parte para não dar spoiler. 


Quanto mais vivemos, mais rápido os dias parecem passar. Como é perturbador viver para sempre. Um ano parece durar apenas semanas. Décadas voam sem nenhum acontecimento que as marque. Ficamos acomodados na monotonia sem sentido da vida, até que, de repente, nos encaramos no espelho e vemos um rosto que mal reconhecemos implorando que nos restauremos e sejamos jovens novamente.

O foca da história são em dois adolescentes, Rowan e Citra, os dois são escolhidos pelo ceifador Faraday para serem treinados para serem futuros ceifadores, apesar que nenhum dos dois queriam aceitar essa proposta acabaram cedendo pois suas famílias teriam imunidade total contra a ceifa (não poderiam ser coletados) enquanto eles tivessem em treinamento (1 ano). 
“Mas lembre-se de que as boas intenções pavimentam muitas estradas. E nem todas levam ao inferno.”


Existem centenas de ceifadores,e alguns são famosos pelos seus métodos de coleta,com facas,armas,venenos,fogo e diversos outros tipos que são citadas na história, mas como nem tudo é perfeitos todos os ceifadores tem suas personalidades incomuns o Ceifador Faraday por exemplo é nobre, piedoso e faz questão de ensinar isso a seus dois alunos, e exigir cada vez mais de cada um deles. Com passar da história Rowan e Citra passam a ter uma admiração enorme pelo Faraday e se tornam bons aprendizes, um dos pontos altos da história começa na conclave (uma especie de convenção onde todos os ceifadores da MidAmérica precisam estar presentes) e nessa conclave os ceifadores apresentam seus aprendizes e eles precisam passar por diversos testes. 


“A sarjeta é o ponto de partida para muitas realizações.”


Logo nessa primeira conclave um dos ceifadores dá a sugestão que Citra e Rowan (além de disputarem o anel e o manto que os dará o cargo de ceifador) que independente de qual dos dois vencesse essa 'competição' a primeira tarefa seria coletar o outro. Desde o começo os dois sabiam que somente um seria escolhido, mas não que o vencedor teria que coletar o outro. 

Passou pela sua mente a ideia de que ser uma ceifadora era como ser uma morta-viva. Estaria no mundo, mas a parte dele. Apenas uma testemunha das idas e vindas dos outros. 


Uma reviravolta enorme acontece no enredo da história, daquelas que deixam a gente com queixo caído, e a situação dos dois pioram um pouco mais, eles foram separados para serem treinados por dois ceifadores diferentes, Citra passa a ser treinada por uma ceifadora nobre e muito conhecida e respeitada, a dama da morte, e o Rowan por ceifador da "nova era" que é ao contrario dos ensinamentos de Faraday. 

O livro é cheio de reviravoltas, e como eu disse no começo a história não para em nenhum momento, não fica chata ou monótoma. É um livro que tem a temática diferente o livro mais próximo que já foi o Clube dos suicidas. É um livro que nos faz refletir o tempo inteiro e profundamente sobre a sociedade e o caráter das pessoas, em pequenas e grandes escolhas e diálogos dos personagens. 


— Você sente um pouco... mas é apenas uma sombra do que poderia sentir. Sem a ameça do sofrimento, não temos como sentir a verdadeira alegria. O que melhor que podemos conseguir é uma vida agradavel. 


Eu sofri muito durante o livro, é daquele tipo que a gente quer ler rápido e ao mesmo tempo não quer que acabe. Eu vibrei o tempo inteiro com a história e já arrisco dizer que com certeza entra para o meu top 10 de livros favoritos da vida. Outra coisa que eu queria muito ressaltar é a história tem final próprio, não precisa de outro livro para complementar, e ao mesmo tempo deixa a gente devastado querendo mais daquele mundo. 

Eu fiz algumas pesquisas e ainda não se tem informações sobre quando vai sair o próximo volume, eu já estou super ansiosa por isso. E também foi confirmado pela Universal Studios que O Ceifador irá virar filme! Eu amei saber disso e já estou pra lá de ansiosa. 

E para finalizar, quem gosta desse gênero de leitura eu recomendo incansavelmente é um livro que vai te prender até a última página.




 Mais alguns quotes:

“O que mais desejo para a humanidade não é a paz, o consolo ou a alegria. É que ainda morramos um pouco por dentro toda vez que testemunhemos a morte de outra pessoa. Pois só a dor da empatia nos manterá humanos. Nenhum Deus vai poder nos ajudar se algum dia perdermos isso”


"Ele me lembra que, apesar dos ideais grandiosos e das muitas defesas para proteger a Ceifa da corrupção e perversão, devemos estar sempre atentos, pois o poder vem infectado com a única doença que nos resta: a natureza humana. Temo por todos nós se os ceifadores começarem a amar o que fazem."

— Você precisa de uma visão mais ampla. O predador é sempre um monstro para a presa. Para a gazela, o leão é um demônio. Para um rato, a águia é o mal encarnado.(...) você vai ser a águia ou  o rato Rowan?


(...) Como deveria ter sido a vida Era da Mortalidade? cheia de paixões,boas e ruins. O medo dando origem à fé. O desespero dando sentido à felicidade. Diziam que os invernos eram mais frios e os verões mais quentes naqueles tempos. Viver entre as perspectivas de um céu e um inferno eternos e reconhecidos e uma terra misteriosa e envolvente devia ter sido o máximo, pois de que outra forma isso poderia ter dado origem a uma arte tão esplêndida? 

A nota do livro com certeza é 5 de 5 




Vocês gostaram da resenha? o que acham dessa temática? até o próximo post! 

Um comentário:

  1. Nossa, parece ser incrível! Vai para a minha meta de leitura!

    http://www.vinteoutonos.com/

    ResponderExcluir

Fã page | Twitter | Instagram

Críticas construtivas são sempre bem vindas.
Deixe o link do seu blog no final do comentário e retribuiremos a visita
Aceitamos TAG's, se não a respondermos, provavelmente nós já devemos ter respondido anteriormente por outra indicação.
Lembre-se, tudo aqui é feito para você, então fique a vontade para pesquisar,ler,comentar e pedir postagens.

© BELEZA NERD 2013 - 2018. Todos os direitos reservados.
Layout e codificação: GLEICY HANER - DESIGNS E FOTOGRAFIA .
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo