Comentando Livros: Dom Casmurro - Machado de Assis

18 de março de 2019

resenha Dom Casmurro Machado de Assis
inexperienced-writer.tumblr.com

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje quero comentar o livro Dom Casmurro do Machado de Assis. Essa obra é muito caracterizada e acho que muitas pessoas já ouviram falar sobre. Além disso, é um livro que é bastante requisitado em vestibulares.

O livro vai contar a história de Bentinho, personagem que faz a narrativa (e guardem essa informação), que foi jurado ao seminário pela mãe, Dona Glória, ou seja, seria padre. Bentinho tinha amores por Capitu, personagem esperta e que age rapidamente.

O início do livro mostra a relação de ambos, Capitu e Bentinho, e como se desenvolveu um amor entre eles. E tudo começou com brincadeiras e tudo mais. Deixo aqui uma passagem do livro:

Entrava no quintal dela com um pau debaixo do braço, para imitar o bengalão do doutor João da Costa; tomava o pulso a doente, e pedia-lhe que mostrasse a língua. "É surda coitada!" exclamava Capitu. Então eu coçava o queixo, como o doutor, e acabava mandando aplicar-lhes umas sanguessugas ou dar-lhe um vomitório: era a terapêutica habitual do médico.

Esse trecho é até cômico. Mas também mostra um pouco dessa relação de crianças que estavam sempre juntas e acabaram se apaixonando. Um amor juvenil que enfrentou um juramento de uma mãe.

Pelo período em que foi escrito, o livro mostra muitos hábitos religiosos. Vou deixar aqui um trecho em que Bentinho está pensativo:

Levantei os olhos ao céu, que começava a embruscar-se, mas não foi para vê-lo coberto ou descoberto. Era ao outro céu que eu erguia a minha alma; era ao meu refúgio, ao meu amigo.

Eu, particularmente, gosto muito desse trecho, é bem simbólico.

Bom, voltando à história, Bentinho, quando está no seminário, acaba fazendo um novo amigo, Escobar. Uma amizade única e bonita, para mostrar um pouco dessa amizade, vou deixar um trecho do livro:

A minha alegria acordava a dele, e o céu tão azul, e o ar tão claro, que a natureza parecia rir também conosco. São assim as boas horas deste mundo.

Porém essa amizade, apesar de fortalecida, gerou em Bentinho ciúmes, pois, após se casar com Capitu e ter um filho chamado Ezequiel (homenagem a Escobar), acreditou que seu filho não era realmente seu e sim de Escobar.

Bentinho tem a ideia de se matar, até que desiste. Acaba manda para fora do país  Capitu e seu filho.

E fica esse questionamento no ar: Capitu traiu ou não o Bentinho?

Este livro tem uma ótima escrita, onde o Machado de Assis consegue passar a caracterização de seus personagens de uma forma incrível.

Como eu disse no início, é Bentinho quem narra a história, logo, é o ponto de vista dele que é passado. Julgar sem saber o lado de Capitu é injusto. Porém, apesar de tudo, o início do livro é muito lindo.

Como diz o ditado: é preciso ver os dois lados da moeda.

Eu acredito que ela não o traiu porque o casal enfrentou muita coisa, enfrentou um juramento divino. Não acho que Capitu tenha esquecido tudo isso. Sem falar que o Bentinho se mostrou louco, ciumento como nunca vi. E acaba fazendo do filho e de Capitu os culpados de tudo.

E vocês? Já leram Dom Casmurro? Acreditam que Capitu traiu Bentinho?
Vamos debater, deixem nos comentários.

Até a próxima!

Recebidos da China: Utilidades,decoração e bugigangas - Dresslily #01

11 de março de 2019

recebidos da china dresslily


Oláá! tudo bem com vocês? espero que sim! hoje eu vim mostrar alguns recebidos da Dresslily, e falar sobre a qualidade dos produtos, se realmente vale a pena comprar na loja, além de blogueira falando como consumidora.

Quem acompanha essas postagens sabe que eu sou a louca das lojinhas chinesas, já comprei na maioria delas, e geralmente mostro algumas compras. É difícil eu ter problemas.

A Dresslily é uma loja voltada para o público feminino (também tem coisas masculinas) principalmente vestuário, todos os tipos de roupa femininas e também ótimas opções plus size.

Vou se bem sincera com vocês, eu não acho o preço mais acessível da China, porém a gente tem que levar em consideração a qualidade de um produto, e as vezes pagar um pouquinho a mais vale a pena. O site também tem uma parte de outlet "sale" onde eu escolho a maioria das peças hahaha tem que economizar. Comprando acima de 30 dólares você paga o frete, porém é enviado por epacket. E acima de 45 dólares o frete é grátis para qualquer lugar.

Esse pedido foi enviado por epacket (já fiz post aqui no blog falando porque é o melhor frete da China). E chegou com 1 mês e 3 semanas mais ou menos, o que é rápido no padrão China. Não foi taxado, e tudo enviado em um pacote só. E também não paguei a taxa de R$15,00 de despacho dos correios.



Eu pedi coisas aleatórias, algumas de fotografia/decoração já pensando nas fotos aqui do blog para fazer resenhas e sair do padrão do fundo branco haha não que o básico seja ruim, é que eu gosto de tentar coisas diferentes.


Tapete/pelego rosé


recebidos da china dresslily
Esse é o tamanho do tapete na mesinha que tiro fotos


A coisa mais legal do pedido para mim, com certeza foi esse tapete, na verdade o nome correto desse "tecido peludo" é pelego mesmo, e ele pode ser natural ou sintético como esse. Na loja eu encontrei na categoria tapetes haha eu achei o tamanho ok (tem o tamanho de tudo na descrição dos anúncios, sempre chequem, independente da loja) e o tamanho dele é 40x60 é um pelego médio, eu pedi já para fotografar produtos mesmo, para resenhas e coisas assim, então achei o tamanho ideal.

Comentando Livros: Misery - Louca Obsessão - Stephen King

25 de fevereiro de 2019

resenha louca obsessão stephen king


Olá, tudo bem com vocês, pessoal?

Hoje estou aqui para enaltecer o Stephen King (maravilhoso, não é mesmo?). O livro que vou comentar será "Misery - Louca Obsessão", na verdade, é o único livro do King que eu li até o momento e já adianto que vale muito a leitura.

Sinopse

resenha misery louca obsessão stephen king
Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca.Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho. A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, em “Misery - Louca Obsessão”, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.




O livro vai contar a história de Paul Sheldon que é escritor e acaba sofrendo um acidente de carro e é "resgatado" por uma mulher chamada Annie Wilkes que diz ser sua fã número um. Annie leva Paul até sua casa, este não consegue andar depois do acidente, pois suas pernas estão lesionadas. Annie já tinha sido enfermeira e cuida do escritor de uma forma peculiar, digamos.

Nesse tempo, Annie obriga Paul a escrever para ela um novo volume de "Misery", um romance que o escritor havia dado fim. Assim, a obra vai intercalando a história e o novo volume do livro que Paul tem que escrever, enquanto está preso no quarto onde Annie o colocara.


Falando um pouco da escrita, nesse livro, Stephen King consegue prender a atenção do leitor de forma magnífica. Dou ênfase em sua descrição, pois grande parte do tempo a narração é feita do quarto, ou seja, um ambiente fechado onde não há muitos elementos para prender a atenção, mas é como se o autor conseguisse criar esses elementos e fazer o impossível acontecer. Eu, particularmente, considero o Stephen King maravilhoso, ele realmente é genial.

A construção dos personagens neste livro se mostra de forma singular, os dois principais interagem entre si com loucura e, assim, Annie se mostra uma psicossocial, maluca e surtada (e não é exagero haha). Os trechos com mais ação são muito empolgantes e fazem o leitor não querer parar a leitura por nenhum motivo. O Stephen King ainda faz umas referências a cultura pop e achei isso bem interessante para o desenvolver da história.

Bom, "Misery - Louca Obsessão" é um livro que nos dá euforia na leitura, nos deixa ansiosos para saber o que vai acontecer a cada capítulo e tudo isso graças à escrita genial do King (e não é King à toa haha).

Pessoal, vocês já leram este livro? Se sim, compartilha com a gente o que achou, se não diz se ficou instigado a lê-lo. 
Até a próxima!


Resenha: Kit para as sobrancelhas - Max Love

19 de fevereiro de 2019


Oláá! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Eu amo fazer resenhas de produtos acessíveis e bons,aqui a gente gosta de economizar haha eu testei o kit para sobrancelhas da Max Love, e vou contar para vocês o que achei.

Para falar a verdade eu já tenho uma bagagem negativa com a Max Love, resolvi comprar esse kit nem sei porquê, em outras postagens já falei sobre base,batons e se não engano também o rímel deles.  Eu comprei esse kit a R$10,00 aqui na minha cidade, e achei um preço bem justo e em conta, sabe essas lojinhas tipo top 10 com tudo a valor fixo? achei numa lojinha dessas, que inclusive amo hahahaha


kit para sobrancelhas max love



Esse é a versão antiga do kit, vi que eles fizeram kits novos quadradinhos (super parecidas com os kits de sombras da MAC) e que essas novos kits tem mais cores. Essa tem dois tons de sombra, uma sombra iluminadora e um primer/fixador. 



kit para sobrancelhas max love

Pigmentação


Vamos começar pelo começo, as sombras. Elas são bem acinzentadas, cor real dos pelinhos da sobrancelha, e nesse kit que é o número 1, é um tom mais claro que serve bem para quem tem os cabelos castanhos e o outro tom mais escuro para quem tem os cabelos pretos. Na verdade os dois tons servem bem para mim, e eu faço um degradê haha  


As sombras são bem pigmentadas e macias, e não esfarelam muito, para falar a verdade a qualidade me surpreendeu bastante mesmo. 

Sombra iluminadora


A sombra iluminadora, é mais para cintilante, não é tão iluminada quanto eu esperava, é mais básica. É uma ótima para usar no dia a dia, ilumina, mas não fica aquele brilho super pesado do iluminador, fica mais natural. Eu gosto para usar no dia a dia mesmo, já que eu não gosto de usar tanta maquiagem na minha rotina normal, acho que makes produzidas são para ocasiões especiais, mas é gosto pessoal.


kit para sobrancelhas max love

Primer 


A cerinha é bem molhadinha, e funciona bem tem duas formas (que eu conheça) de usar. 
A primeira e mais usada: você passa o primer na sobrancelha e depois passa a sombra normal, ela vai fixar e deixar o pelos no lugar. 

E a segunda é você pegar o primer com o pincel e em seguida a sombra, e aplicar assim, meio que os dois juntos, a sombra vai ficar muito mais pigmentada, que depende do seu caso, como você queira usar. 

Eu uso apenas as sombras, não vejo necessidade de pigmentar mais, e acho que elas tem uma duração bem boa de  verdade.



kit para sobrancelhas max love

O que eu achei?


Eu realmente me surpreendi com a qualidade, achei o kit muito bom, e vale a pena o dinheiro gasto nele, tenho certeza que você não vai se arrepender se comprar, é bem útil tanto para o dia a dia, ou caso você queira fazer uma make bem produzida, com as sobrancelhas perfeitas. 

Um outra utilidade, caso você queira também pode usar as sombras do kit como sombras normais para os olhos e fazer uma maquiagem legal, não tem problema nenhum, eu já fiz isso algumas vezes haha e funciona super!

Eu realmente gostei, e acho que a Max Love melhorou bastante a qualidade dos produtos, quando tiver a oportunidade quero testar as novas bases deles, vi resenhas que dizem que a base vegana é incrível.

Já conheciam esse produtinho? o que acharam? me contem. Até o próximo post 



Me acompanhe nas redes sociais:



Instagram: @gleicyhaner  + Fã page: Beleza Nerd + Portfólio: Gleicy Haner - Designs e fotografia 





Livro vs. Filme: Coraline e o mundo secreto - Neil Gaiman

7 de fevereiro de 2019

resenha livro e filme coraline e o mundo secreto



Olá, tudo bem com vocês, pessoal?

Hoje quero comentar o livro "Coraline" do autor Neil Gaiman e sua adaptação para animação longa metragem intitulada "Coraline e o Mundo Secreto".

O livro vai contar a história de Coraline, quando está de mudança para um novo apartamento (no filme, se parece mais com uma casa e tem um nome: Palácio Cor de Rosa), onde abaixo, no térreo, viviam a srta. Spink e a srta. Forcible e acima da casa vivia um senhor que dizia ter um circo de ratos (no livro esse senhor não tem um nome, já na animação seu nome é Bobinsky).

O que mais marca no livro é aquele clima meio sombrio (que também há no filme).
Os pais de Coraline, ao meu ver, são meio frios com ela, principalmente sua mãe (na animação isso se mostra com um pouco mais de ênfase). Porém, isso é necessário para o desenvolver da história.

Coraline, curiosa que é, põe-se a explorar o jardim e, num dia chuvoso, o apartamento, onde acaba encontrando uma porta trancada, sua mãe abre-a a pedido da menina e do outro lado há uma parede de tijolos.  Sua mãe conta que a porta vai dá no apartamento que está desocupado e à venda, isso no livro, já no filme não tem essa explicação, além de a porta ser mini na animação, onde só se passa engatinhando.




resenha livro e filme coraline e o mundo secreto


No livro, o personagem Wybie Lovat (amigo de Coraline) não existe nem a boneca que ele dá para ela.

A porta que encontrou acaba levando Coraline para outro mundo e lá há uma outra mãe, um outro pai e outros vizinhos. Porém, há algumas diferenças: todos eles possuem botões no lugar dos olhos e todos a tratam muito bem nessa nova realidade, falam até o nome dela corretamente (coisa que no mundo real não acontece, a chamam de Caroline).
Após algumas idas ao outro mundo, Coraline descobre que a outra mãe não é tão boa quanto parece, fazendo com que ela queira fugir desse mundo o mais rápido possível.

Gosto da escrita do autor, que deixa algumas questões no ar sobre como aquele outro mundo fora criado. Sem comentar que o Neil trabalha muito bem na escrita desse mundo tão fantasioso e macabro ao mesmo tempo.


resenha livro e filme coraline e o mundo secreto


O livro e a animação possuem algumas diferenças, porém, mesmo com a criação de novos elementos e personagens, o filme não perdeu a essência da obra base, ou seja, ambos são consistentes naquela representação do universo onde se passa a história. Ao meu ver, o final do filme e o do livro são um pouco distantes um do outro, um pouco diferente, mas nada que fuja do que quer ser passado.

Outra diferença é a evolução de Coraline, ao meu ver, essa evolução se mostra melhor no filme, onde no começo ela se mostra um pouco mimada e birrenta, talvez e assim vai desenvolvendo uma certa independência e coragem.


resenha livro e filme coraline e o mundo secreto


Eu particularmente gosto muito das duas obras, cada uma me marcou um pouco. Mas, por eu ter assistido ao filme várias vezes antes de ler o livro, talvez a animação tenha se fixado mais em mim (acho que é a primeira vez que isso acontece comigo haha). Porém, gosto das duas obras igualmente.

E vocês? Já assistiram ao filme ou já leram o livro? Se já leram e/ou já assistiram ao filme, deixem nos comentários se vocês gostam das duas obras ou se só de uma e o porquê disso.

Até a próxima!
© BELEZA NERD 2013 - 2018. Todos os direitos reservados.
Layout e codificação: GLEICY HANER - DESIGNS E FOTOGRAFIA .
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo